fbpx

Por que o tatame é indispensável em alguns esportes?

Por que o tatame é indispensável em alguns esportes?

O tatame é indispensável em alguns esportes. Atividades nas quais ocorrem muitas quedas ou nas quais o chão é muito utilizado como apoio exigem uma superfície adequada.

Quer dizer, o contato com o solo deve ser mediado por um certo revestimento, de acordo com as necessidades específicas do esporte.

O tatame protege

Em esportes como o judô, em que cair é parte fundamental, o tatame é essencial, pois é ele quem vai proteger o atleta de lesões causadas pelo impacto.

Já pensou sofrer uma forte queda sem o tatame como proteção? Seria doloroso e até mesmo perigoso, não é? Se você não se machuca durante a lua, agradeça ao tatame.

O tatame é feito com material próprio para absorção de impacto, isto é, ele diminui a força do choque do atleta com o chão.

Assim você pode cair sem maiores preocupações, como o esporte necessita, além de poder se movimentar pelo espaço com mais conforto.

O tatame é indispensável porque também demarca o espaço do dojo e a área por onde os lutadores podem se mover.

Não é apenas nas artes marciais que o tatame é indispensável

As pessoas geralmente pensam em artes marciais quando se fala de tatame. Mas outros esportes também o utilizam, como a ginástica.

Saltos mortais e piruetas exigem um apoio firme. Já imaginou o impacto que os ginastas sentem em todo o seu corpo quando aterrizam? E quando eles caem, já pensou? Eles não podem praticar seu esporte sem o piso certo.

Os tatames também são utilizados por praticantes de ioga e em áreas de lazer infantil, também para tornar mais confortável e seguro o contato com o chão.

Queremos dizer então que onde quer que o contato com o chão possa ser aliviado, o tatame será uma ótima opção.

E pratique esportes!

E não se esqueça de colocar o corpo para mexer! Não tenha medo de cair se escolher um esporte com tatame, garantimos que você estará protegido! Pule, role e lute!

 

Agência Fleek
Agência Fleek
marketing@agenciafleek.com.br
Sem Comentários

Desculpe, o formulário de comentários está desativado.